A valorização das economias de energia, resultantes da gestão e do planeamento energético, conduz a benefícios que se podem repercutir, de forma global, a nível nacional e, de forma direta e imediata, a nível do consumidor com as seguintes vantagens, entre outras:

  • Aumento da eficácia do sistema energético;
  • Redução das emissões poluentes (CO2);
  • Redução da fatura energética;
  • Acréscimo de produtividade da empresa (e nos benefícios de exploração) em quaisquer sectores de atividade;
  • Aumento da competitividade no mercado interno e externo ou aumento de disponibilidades financeiras para outros fins;
  • Conhecimento mais profundo das instalações e do custo energético de cada fase, processo ou sistema.

Saiba mais: